se não os vences, junta-te a eles!

“A maior vitória é aquela que se alcança sem batalhas”

(Sun Tzu, The art of War)

este artigo não é sobre uma estratégia bélica, embora eu esteja no meio de uma guerra perdida….
este artigo é sobre a gripe sazonal e como ela tomou a minha família como refém da tosse, da dor de garganta, da febre e de tantos outros sintomas 😛

eu bem tentei escapar, mas eles eram muitos – os agentes infecciosos e os infetados!
é uma batalha desigual e eles estão a ganhar…

à vezes acho que o sítio mais adequado da casa para estar é a varanda…exposta ao ar livre e impoluto da cidade 😛
mas aí encontro um aliado do inimigo…o frio!!! 😦

vou lutando como posso; entre tentar que os aliados mudem de fação, oferecendo-lhes medicamentos e mantimentos, até manter as fronteiras* em bom estado para evitar as invasões; tudo serve para evitar o avanço do inimigo, mas não é fácil…
a minha sala está transformada numa enfermaria improvisada e até a cadela ajuda a confortar os caídos na batalha!

começo a achar que, se não os venço, o melhor é juntar-me a eles e resolver a coisa de uma vez por todas!
não é uma rendição, nem pensar!
é apenas uma trégua…e alguma bronquite 😦

*o corpo, the final frontier 🙂

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s