devagar se vai ao longe (slow living)

quem disse que o trabalho é aborrecido? ou que arrumar a casa é um desatino?

nada disso!

à parte as mazelas (estou cheia de “lesões” em resultado das colisões com o teto baixo do sótão) arrumar pode ser uma verdadeira inspiraçãodesde ontem que estou em plena actividade arrumativa (eu sei que o adjectivo não existe…), pondo em ordem o arquivo COMPLETAMENTE morto de documentos de trabalho alguns com data de última década do século passado (em volume foram 400 lts ou 8 sacos x 50 lts)!

não é posso começar um novo ciclo de trabalho, de actividade, de vida, sem organizar o ciclo anterior e garantir a rentabilidade de espaço, de tempo e energia e recursos….slow living, como a slow food (o inverso de fast food, fora de época, sem adequação pessoal, sem ser da região…)

o melhor?

sentir-me fisicamente derrotada (quer dizer estoirada!) e intelectualmente vitoriosa…era capaz de subir uma montanha…bem, talvez um monte e perto de casa! 🙂

o truque?

não desistir e pensar, organizar, fazer!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s